Delegado fala sobre o crime - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Delegado Santiago Sanches – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Após quase 3 meses de ações, a Polícia Judiciária Civil concluiu a operação “Boca Limpa”, deflagrada pela Delegacia de Itiquira (357 km ao Sul), com o objetivo de combater o tráfico de drogas de pequeno porte no município. Durante a operação, 5 pontos de venda de entorpecentes foram fechados e 10 pessoas foram presas, além da apreensão de drogas, objetos furtados e veículos.

As investigações iniciaram no mês de julho, quando a equipe de investigadores da Delegacia de Itiquira realizou o trabalho de monitoramento de locais suspeitos de funcionarem como pontos de venda e distribuição de drogas na cidade.

Após mapeamento dos principais pontos de  tráfico de pequeno porte, conhecido como tráfico doméstico, o delegado Santiago Rozendo Sanches representou pelas medidas de busca e apreensão e pela prisão temporária dos principais suspeitos.

Leia também:  Acusado de furtar loja é preso com arma e munições

Durante o mês de agosto e setembro foram realizadas as diligências que resultaram na desarticulação de 5 bocas de fumo, além da prisão de 10 pessoas e apreensão de um adolescente envolvidos com a atividade de tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação. Nas ações, foram apreendidas, 70 porções de cocaína e 6 porções de maconha, todas embaladas em porções individuais e prontas para a venda, 2 veículos, diversos produtos de furto e R$ 1,2 mil em dinheiro.

Segundo o delegado Santiago Rozendo Sanches, com o desencadeamento da operação houve uma diminuição significativa nos índices de criminalidade na cidade, apesar da dificuldade de apuração deste tipo de crime. “Os criminosos sempre agem da mesma maneira, enterrando a quantidade grande de drogas em locais isolados e portando pequena quantidade de entorpecente, para passarem por usuários, em uma abordagem policial”, disse.

Leia também:  Primavera do Leste | Homem é assassinado com três tiros às margens da BR-070

O delegado destacou o emprenho e dedicação de todos os policiais, entre investigadores e escrivão, que não mediram esforços para o êxito da operação. “Graças ao trabalho bem realizado nas investigações, foi possível comprovar que todos os suspeitos comercializavam entorpecente e faziam do tráfico o seu modo de vida”, destacou o delegado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.