Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de  CuiabáFoto: Assessoria/PJC-MT
Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de CuiabáFoto: Assessoria/PJC-MT

Membro de uma quadrilha especializada em roubar chácaras, Carlos Costa Macedo, 23 anos, foi preso pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf-Cuiabá), da Polícia Judiciária Civil, nesta quinta-feira (24.09), em cumprimento de mandado de prisão, no bairro São João Del Rey, na capital.

O suspeito faz uso de tornozeleira eletrônica e integra um bando que praticou cinco roubos em propriedades na região do Coxipó Mirim, em Cuiabá. Segundo as investigações, a quadrilha, composta por cinco homens, invade as propriedades e faz um verdadeiro arrastão, utilizando armas longa, do tipo espingarda calibre 12.

Em um dos assaltos, no dia 16 de julho, o bando invadiu uma chácara no Condomínio Brisa do Rio, região do Coxipó Mirim, quando renderam funcionários e familiares do proprietário do imóvel e com emprego de violência física, o bando subtraiu joias, dinheiro, aparelhos celulares de marcas e modelos diversos, utensílios domésticos e de uso rural.

Leia também:  Presa com 18,4 kg de droga, diz que traficava para sustentar seus filhos

O caseiro do imóvel rural, em depoimento, contou que o bando chegou por volta das 15 horas, e o surpreendeu durante a limpeza do quintal. O caseiro estava com filha na chácara e ambos foram rendidos por três bandidos armados e levados para um salão, local em que outras pessoas da família já estavam rendidas por mais dois comparsas.

Segundo as vítimas, os bandidos dividiram as funções, sendo que dois suspeitos armados vigiavam as vítimas e outros três procuravam e separavam objetos de valor. “Além de grave ameaça, exercida com o emprego das armas de fogo, os bandidos amarraram e amordaçaram a filha e a esposa do caseiro e agrediram as vítimas com chutes, socos e muitas coronhadas na cabeça, ordenando que ligasse para os donos da chácara para que fosse ao local”, destacou a delegada Elaine Fernandes, titular da Derf.

Leia também:  Chacina deixa quatro homens mortos em Juscimeira

Durante o assalto, os bandidos ameaçaram queimar a filha do caseiro com uma faca quente, para que ele falasse o que havia nas outras chácaras do condomínio. “Ao passo que os bandidos foram até a chácara vizinha, renderam toda a família, inclusive, seis crianças e os levou para a primeira chácara onde haviam invadido”, disse a delegada Elaine Fernandes.

O suspeito Carlos Costa Macedo foi reconhecido pelas vítimas. Um comparsa dele, identificado por Joander Martins da Silva Dantas, também foi reconhecido por meio de fotografia. Os dois foram apontados como autores do roubo na chácara do condomínio que pertence a uma funcionária do Tribunal Regional Tribunal.

O suspeito Joander Martins está com ordem de prisão decretada e se encontra foragido. Denúncias podem ser feitas no telefone 197, da Polícia Civil, no Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOSP).

Leia também:  Polícia apreende 400 pares de tênis falsificados dentro de loja

Antecedentes

O suspeito Carlos Costa Macedo possui registros criminais pela prática de receptação e roubo qualidade e já foi condenado pela prática de roubo e corrupção de adolescente ao cumprimento de 6 anos de reclusão, mas ainda estava em liberdade. No dia 12 de agosto foi posto sob o regime de tornozeleira eletrônica.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.