Muito movimento em frente às escolas de Rondonópolis na manhã deste sábado (24) para o 1º dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que acontece simultaneamente em várias cidades do país. A grande maioria conseguiu chegar na hora, mas mesmo com várias campanhas nos veículos de comunicação ainda teve algumas pessoas que perderam o horário e não conseguiram fazer a prova.

Joel
Joel perdeu a prova – Foto: Ricardo Costa / AGORA MT

Isso foi o que aconteceu com Joel Fragoso Robes, 53 anos, que já sonhava com a faculdade. Ele chegou ao local da prova com cerca de 10 minutos de atraso e deu de cara com os portões fechados. Joel contou à reportagem que fazia 36 anos que havia deixado uma sala de aula, mas que o desejo de ser um engenheiro civil o levou a se inscrever no Enem.

Leia também:  Pátio pretende licitar novos táxis em Rondonópolis

“Peguei um mototáxi para vir, mas mesmo assim acabei perdendo o horário. Desde 1977 que parei de estudar, e ia tentar voltar para fazer Engenharia, mas não vou desistir. Vou fazer o vestibular e seguir com meu sonho”, conta o otimista Joel.

Foto: Ricardo Costa / AGORA MT
Joselia – Foto: Ricardo Costa / AGORA MT

Joselia Ferreira Galvão também perdeu o horário e agora apostará no vestibular para cursar Educação Física. “Moro do outro lado da cidade, vim de carro, achei que ia dar tempo, mas infelizmente não deu”, diz.

Neste domingo (25) acontece a 2ª prova, é a vez das avaliações sobre linguagens, Códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração 5h30. O horário é o mesmo, em Mato Grosso os portões se abrem às 11h.

Leia também:  Draft e Cerrado Fuzz apresentam Sr. Infame e Velhos Jovens no dia 22 no Draft American Pub
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.