O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em sessão realizada na tarde desta segunda-feira (19), aprovou as mudanças no calendário acadêmico para reposição das aulas do período de greve dos docentes. O novo calendário, com a contagem dos dias letivos e com todas as atividades que prevê, será publicado hoje, de acordo com a reitora Maria Lúcia Cavalli Neder.

As atividades acadêmicas de ensino e extensão recomeçaram oficialmente nesta segunda-feira, mas as aulas na graduação serão reiniciadas no dia 26 deste mês. Com a finalidade de cumprir os cem dias letivos do primeiro semestre de 2015, esse período se encerrará no dia 15 de dezembro, inclusive, com entrega das notas. As colações de grau serão entre esta data e o começo do semestre acadêmico seguinte, nos campus.

Leia também:  Mais de 40 acidentes são registrados durante feriado prolongado nas rodovias de MT

O 2º semestre de 2015 começará dia 11 de janeiro de 2016. “O mês provável para começo das aulas relativas ao primeiro semestre letivo do próximo ano é maio de 2016”, adianta a reitora.

Só terão aulas aos sábados os cursos que normalmente necessitam desse dia para suas atividades. Aqueles que não têm previsão de aulas nesse dia não terão. A recuperação dos dias letivos, com a reposição, será feita mediante prazos mais apertados para atividades administrativas, tais como coincidência de períodos de férias com recesso, e menos dias para entrega de relatórios e notas. As férias serão a cada encerramento de semestre. “Para recuperar a normalidade do calendário devem ser necessários de três anos e meio a quatro anos, com essa reorganização e a economia de 15 dias a cada semestre”, calcula a reitora.

Leia também:  AMM aciona secretaria para garantir repasse de recursos da saúde
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.