Luiz Carlos Morais Delgado presidente do sindicato dos bancários - Foto : Messias Filho / AGORA MT
Luiz Carlos Morais Delgado presidente do sindicato dos bancários – Foto : Messias Filho / AGORA MT

A partir dessa terça-feira (6) quem for procurar os bancos para utilizar os serviços internos não conseguirá. Em busca de reajuste salarial e melhores condições de trabalho, os bancários entram em greve por tempo indeterminado.

Os consumidores que quiserem fazer algum serviço no caixa eletrônico, saque, depósito, transferências, podem ficar tranquilos, porque 30% dos funcionários são obrigados por Lei dar suporte na manutenção dos caixas. Já quem está com algum pagamento atrasado, quer negociar uma dívida, não conseguirá, mas podem utilizar serviços disponibilizados pelos bancos na internet ou no celular. Porém o presidente do Sindicato dos Bancários alerta, que esses serviços podem chegar a paralisar, caso a greve chegue a se expandir.

Leia também:  Samu passa a contar com central mais ampla e moderna

O presidente do Sindicato dos Bancários de Rondonópolis (MT), Luiz Carlos Moraes Delgado pede paciência a população, “a gente pede compreensão, para que entendam o lado dos bancários que estão na luta procurando melhorias”.

Proposta dos bancários

O Sindicatos dos Bancários pedem um abono de R$ 2,5 mil, não incorporado ao salário. Os bancários querem reajuste salarial de 16% (incluindo reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), entre outras reivindicações.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.