O governador Pedro taques (PSDB), que defende firmemente um governo longe de corrupção, não teria gostado nada de saber que um dos seus principais apoiadores teve o nome ligado ao agiota Valdir Piran.

De acordo com uma fonte da Coluna Bastidores, ligada ao governador, Taques se mostrou preocupado ao tomar conhecimento dos nomes de alguns credores do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), revelados na recuperação judicial de suas empresas.

Mendes deve milhões ao agiota, que inclusive já foi preso e investigado durante a Operação Arca de Noé, pelo próprio Taques, quando ainda era procurador da República.

Segundo a fonte o governador não fala abertamente sobre o caso, mas ele teme que o palanque do atual prefeito seja contaminado na disputa à reeleição, em 2016.

Leia também:  Cidão ganha cargo na Secretaria de Receita
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.