1ª Classe Feminina - Foto: Junior Martins
1ª Classe Feminina – Foto: Junior Martins

As inscrições para a 6ª etapa do Circuito Mato-grossense de Tênis já estão abertas e segue até a quinta-feira (22). O valor da inscrição para atleta federado é de R$ 70 e para não filiado R$ 105. As inscrições devem ser feitas pelo site da Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT). (Clique aqui)

O torneio será realizado pela FMTT e ocorrerá nas quadras de saibro do Círculo Militar de Cuiabá – MT (225 Km de Rondonópolis), de 26 de outubro até 01 de novembro. Com previsão de 150 competidores.

O endereço fica na rua Brigadeiro Sampaio, nª 99, em frente a rotatória do Jardim Cuiabá. Já a 7ª fase do Circuito ocorrerá no mês de novembro. E em todas elas o público possui entrada gratuita.

SAIBA MAIS

De acordo com o presidente da FMTT, Rivaldo Barbosa, além da classe à qual o tenista pertence, eles poderão se inscrever também na 1ª Classe (aberta), sabendo que para isso o mesmo deverá pagar duas inscrições, bem como ficará sujeito a disputar mais de uma partida durante o mesmo período do dia. O torneio deve preferencialmente terminar no sábado (31), mas por motivo de força maior poderá ser esticado para domingo (01/11).

Leia também:  Palmeiras assume a vice-liderança após vencer Grêmio fora de casa
André Moraes - 2ª Classe - Foto: Junior Martins
André Moraes – 2ª Classe – Foto: Junior Martins

“Todos os participantes das seis etapas somam pontos no ranking estadual, sendo federados ou não. Os campeões de etapa Gold ganham 250 pontos, vice 200 pontos, semi-finalistas 150, quartas 100, oitavas 50, 2ª rodada 30 e 1ª rodada 15 pontos. No final da sexta e penúltima etapa são contabilizados os pontos obtidos durante o ano e os oito melhores colocados de cada categoria se classificam para a sétima e última fase, a etapa Master Gold Cup”, explica o presidente.

Segundo o vice-presidente da FMTT, Wallace Romio, após o término da etapa Master Gold Cup serão contabilizados os pontos e aqueles com maior pontuação serão os campeões estaduais de 2015. Ele explica que os campeões de 2015 são definidos pela posição no ranking. Não adianta vencer a última etapa, mas no rankeamento ficar em segundo ou menos. Quem leva a taça são os maiores pontuadores. Mas, ele destaca, as vitórias valem mais pontos na Master.

Leia também:  Campeonato amador visa arrecadar alimentos em prol a campanha de Natal em Rondonópolis

“O campeão da etapa Master fatura 310 pontos, o vice 250, semi-finalista 185 e nas quartas 125 pontos. Isso significa que, para aqueles que estão empatados ou enrolados com pontuações próximas, a Master Gold Cup será crucial na definição do rankeamento. Por conta de tudo isso a 6ª e 7ª fases do Circuito de Tênis são tão importantes para os atletas que almejam garantir o pódio como melhor desempenho de 2015”, comenta o vice-presidente.

Dentre os líderes do ranking estadual estão: Walter Storck Jr e Robson Nunes empatados na liderança da 1ª Classe com 450 pontos; Mário Meira na 1ª Classe acima de 34 anos com 695 pontos; André Moraes na 2ª Classe com 580; Carlos Rinald na 3ª Classe com 680; Pedro Vital na 4ª Classe com 300; Guilherme Ribeiro na 5ª Classe com 250; Maria do Carmo na 1ª Classe feminina com 530 e Daniela Couto na 2ª Classe feminina com 200 pontos.

Leia também:  Cuiabá Arsenal fecha ano com confraternização neste sábado

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.