Mal completou um ano da gestão do governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), e o staff já houve mudanças. A alteração ocorreu no comando na Secretaria de Saúde (SES), e deve ser oficializada nesta terça-feira (6), no Diário Oficial. Após 10 meses na administração da pasta, sai Marco Bertúlio e entra o médico Eduardo Bermudez. Esta é a 2ª mudança no secretariado de Taques. O 1º a sair foi o Coronel Antônio Ribeiro Leite, que deixou a Casa Militar para o também Coronel Airton Benedito Siqueira Junior assumir.

Em sua carta de renúncia entregue ontem (5), Bertúlio alegou deixar o cargo por motivos pessoais, porém, uma fonte do Palácio Paiaguás relatou que Taques estaria insatisfeito com a gestão do ex-secretário. Tendo em vista, que deputados já haviam reclamado da falta de atendimento do ex-secretário.

Leia também:  Sem interferir

Em nota divulgada pela imprensa do Governo do Estado ontem, o governador agradeceu o empenho de Marco Bertúlio, pelo período que ocupou a cadeira da secretaria. Já o ex-secretário, disse sentir orgulho de ter feito parte da equipe que iniciou o processo.

Já Bermudez, parece ter um currículo a altura do esperado para a gestão da SES, prioridade do governo de Taques. “O novo secretário de Saúde é ex-membro titular do Conselho Nacional de Saúde e assessor técnico e parlamentar da Confederação Nacional de Saúde. Já foi diretor e secretário municipal do município paranaense de Foz do Iguaçú e diretor administrativo e técnico de hospitais de grande porte no Distrito Federal (DF), ” disse a nota da imprensa.

Leia também:  Prefeitos e produtores são contra uso do Fethab na Saúde

A missão de Bermudez é trabalhar em conjunto com o Movimento Brasil Competitivo (MBC) que definiu Mato Grosso para receber esforço de especialistas na implantação do novo modelo de gestão pública.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.