Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

José Amilton da Silva, o ‘Cearazinho’, estava sendo procurado desde o início do ano (27/01), depois de ter fugido da Casa de Detenção José Mário Alves, o Urso Branco, em Porto Velho (RO). Ele possuía 12 mandados de prisão e era considerado extremamente perigoso.

O suspeito acabou sendo baleado na noite desta segunda-feira (19), após uma troca de tiros com policiais civis do Pará em parceria com a Polícia Civil do Ceará, em um distrito entre as cidades de Barbalha e Missão Velha, na Região do Cariri.

‘Cearazinho’ conseguiu escapar e se esconder em um matagal, como já era noite os policiais não conseguiram realizar buscas por José, mas na manhã desta terça-feira (20), ele foi encontrado morto. Acredita-se que ele se feriu no tiroteio da noite anterior.

Leia também:  PC identifica assaltantes de fazenda e prende um em Várzea Grande

Ficha criminal

‘Cearazinho’ era membro de uma quadrilha conhecida como “Novo Cangaço”, onde munidos de fuzis e submetralhadoras assaltavam agências bancárias, caixas eletrônicos e carros fortes. Além de utilizarem as pessoas como escudo de proteção.

No ano de 2010 assaltaram três bancos de Mato Grosso, nos municípios de Nova Mutum, Aripuanã e Campo Novo do Parecis.

Ele tinha sido preso em 2011 pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso em Cuiabá, mas fugiu do presídio no mesmo ano.

Em 2012 o bando de ‘Cearazinho’ chegou atirando no GP da Policia Militar de Jacy, Distrito de Porto Velho (RO). No tiroteio o Sargento Silvério Alves Feitosa, 44 anos morreu com um tiro na cabeça, outros três policias ficaram feridos e foram levados pelo bando e utilizados como escudo humano pela quadrilha no assalto a agência do Banco Bradesco do distrito.

Leia também:  Bairro Seguro | 160 pessoas são detidas por crimes durante operação em Mato Grosso

José ainda era procurado pelos estados do AC, RO, AM, MT, MA e CE.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.