O Ministério Público Federal (MPF) emitiu uma nota sobre o caso da equipe de reportagem da TVCA que foi detida na última segunda-feira (12). O MPF confirmou que a equipe de TV entrou em contato com órgão, porém que foi informada que a instituição não teria o poder de autorizar a realização da matéria.

 

Segue na íntegra a nota de esclarecimento:

O Ministério Público Federal comunica que a instituição foi consultada pela TV Centro América, na sexta-feira (09/10), a respeito do interesse do veículo de comunicação em fazer a travessia da fronteira entre Brasil e Bolívia, no oeste de Mato Grosso, simulando o transporte de droga.

O MPF informou à TV Centro América, em duas ocasiões, que não tem atribuição de autorizar ou avalizar a realização da matéria jornalística. E, na obrigação da transparência com as instituições que fazem a segurança na fronteira, o MPF comunicou a Polícia Federal.

O mesmo dever de transparência com as instituições da Polícia Federal e com o Gefron levou o MPF a comunicar à TV Centro América, ainda na tarde de sexta-feira 09/10, que a força policial tinha conhecimento da pauta.

O Ministério Público Federal reconhece a importância da investigação jornalística para levar ao conhecimento público os problemas de nossa sociedade e em sua relação com a Imprensa atua dentro dos limites da legalidade e com base na transparência dessa relação.

Advertisements
Leia também:  Idoso é preso após desferir golpe de facão em companheiro de bebida

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.