Um homem entrega todos os dias o café da manhã para a ex-mulher que está presa na Divisão de Homicídios, em Fortaleza, por ter tentado matá-lo duas vezes com chumbinho, veneno usado contra ratos.
A primeira vez que ela envenenou José Maria ela

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

colocou chumbinho na comida. Ele passou mal e se recuperou.
Quatro dias depois, ela tentou de novo. Dessa vez, José Maria foi parar no hospital e ficou duas semanas internado. A família dele suspeitou e denunciou a mulher para polícia, que decretou a prisão preventiva.
Arrependimento e perdão
Apesar do crime, José Maria diz que perdoa a mulher e que ela está arrependida pelo que fez. “É certo que ela errou, mas não é com erro que vamos pagar com outro. Ela está bem arrependida, pois ela mesmo me socorreu, ligou para hospital. Eu vi o arrependimento dela. Inclusive ela me visitou no hospital. Se ela não tivesse se arrependido, tinha deixado eu morrer”, conta.
Segundo ele, foi a própria mulher que o ajudou quando o viu passar mal nas duas vezes em que o envenenou.
José Maria quer retomar o casamento. “Tentar eu vou tentar. Só não estou dizendo que vou conseguir, porque sou eu contra o mundo. Neste momento, eu estou só, pois minha família não aceita. Eu perdoo, mas minha família não”, afirmou, sorrindo.
Café da manhã reforçado
Preocupado com a mulher, José Maria leva todos os dias café, biscoitos e água.
“Trago o que posso. Uma merenda. Trago biscoito, todo tipo de merenda para ela ficar bem. Trago também água. Não sei como é o sistema aqui. Quero que ela seja bem tratada e nada de ruim aconteça com ela”, disse.

Leia também:  MEC libera mais recursos para universidades federais
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.