Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

A 1ª edição do Campeonato Mato-grossense Master e Pré-mirim de Voleibol de Quadra, nas categorias masculino e feminino, promovido pela Federação Mato-grossense de Vôlei (FMTV), será realizada de 10 a 12 de outubro, com a participação de onze equipes, em dois locais, no Ginásio Olímpico José Carlos Pasa e no Ginásio Poliesportivo Benedito Santiago, ambos em Sinop (480 km da capital). Ao todo serão seis cidades na disputa da taça de campeão em quatro classes.

O pré-mirim masculino será disputado pelas equipes da AABB-Sinop, ASV-Sorriso, Nova Mutum e AMS de Várzea Grande. O pré-mirim feminino terá AABB-Sinop, ASV-Sorriso, Nova Mutum, AMS-VG e Coração de Jesus de Cuiabá. Ambas as classes serão jogadas no sistema de todos contra todos e as duas melhores campanhas duelam pelo primeiro lugar do pódio. Já o master feminino será no sistema de melhor de três, em que concorrem AABB-Sinop e Nova Vida de Lucas do Rio Verde. A master masculina não registrou times inscritos.

Leia também:  Torneios esportivos devem movimentar o fim de semana em Rondonópolis

Cuiabá terá como representante a equipe do Colégio Coração de Jesus, que estará sob comando do técnico George Sampaio. Um profissional de educação física com cerca de quatro décadas de experiência. E que conseguiu emplacar algumas das atletas do pré-mirim da escola na seleção mato-grossense mirim feminina. Dentre elas, Bárbara Koehler, uma ponteira de 13 anos com 1,81m de altura. Conhecida por amedrontar as adversários com a estrutura física avantajada.

Startup

De acordo com o presidente da Federação Mato-grossense de Voleibol (FMTV), Nicanor Lopes dos Reis Filho, uma startup de tecnologia e eventos esportivos está implantando pela primeira vez um sistema de gestão eletrônica nos campeonatos da instituição. Segundo ele, o método permite acompanhar em tempo real os placares, planilhas e a evolução da competição. O que torna possível, ao final de cada evento, fazer balanços estatísticos e análises de desempenho.

Leia também:  Corinthians vence o Fluminense de virada e se torna campeão brasileiro pela sétima vez

“A propostas do sistema de informatização terá a função de dinamizar nossas competições com mais clareza, agilidade, acesso para equipes e ainda unir o sistema de registro, arbitragem e técnica. O processo é realizado pela Campeões Natos em parceria com a FMTV e acompanhado pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Após o período de implantação e testes até as tabelas de jogos serão criadas pelo sistema”, avalia o presidente, Nicanor Lopes Filho.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.