Foto: Divulgação/Record
Foto: Divulgação/Record

Moisés sofre ao ver Joquebede sendo levada pelos oficiais egípcios, mas segue firme na sua missão. Zelofeade, Joquebede, Eleazar e mais dois hebreus são levados ao palácio para serem sacrificados. Datã e Safira se espantam ao descobrirem que hebreus estão sendo levados para serem enforcados. Moisés incentiva Arão a seguir com ele. Ramsés brinda com a família comemorando a captura da mãe de Moisés. Ana e Judite se revoltam com os comentários de Apuki e saem de casa. Sofridos, Moisés e Arão seguem para longe da cidade. Oseias, Eliseba e Abigail choram desesperados ao presenciarem Joquebede, Zelofeade e Eleazar seguirem para a forca. Gahiji e Uri decidem verificar o que está acontecendo. Simut vai até a cela onde está Yunet .

Ele diz que ainda dá tempo da vilã se arrepender, mas a megera não o escuta e grita mandando ele se retirar. Karoma e Radina comentam sobre a decisão do faraó de executar os hebreus. Uri e Gahiji seguem para o local da execução. Meketre e Tais fazem compras no comércio da cidade com os filhos. Ana e Judite chegam ao local do enforcamento. Inês se desesperar ao ver Eleazar prestes a morrer. Nadabe grita pedindo para os soldados soltarem seus familiares. Moisés e Arão continuam caminhando em direção ao monte para invocarem a nova praga. Eliseba implora para Nadabe se acalmar. Hur critica a atitude do rei. Zelofeade se apavora ao ver Abigail passando mal. Bina, Safira, Datã, Abirão e Corá chegam ao local da execução.

Leia também:  Rico e Lázaro | Lia corre risco de vida durante complicações no parto

Uri vê Leila, Bezalel e Hur e corre para abraça-los. Simut conta para Paser sobre o encontro com Yunet na prisão. Moisés e Arão chegam ao pé do monte. Nefertari se mostra confiante no poder do faraó. Ramsés e Amenhotep rezam para os deuses egípcios. Meketre, Ahmós e Apuki dizem acreditar que as pragas terminaram. Mesmo confiante, Ramsés é cauteloso e pede para Amenhotep não sair do palácio. Moisés e Arão seguem rumo ao topo do monte. Para a surpresa de Leila, Uri conta que Yunet foi condenada à morte. Mesmo diante de todo desespero, Joquebede mantém a fé em Deus. Ao ouvir Corá e Datã criticarem Moisés, Safira intervém e defende o profeta hebreu. Bakenmut se irrita e agride um dos escravos condenados. Moisés e Arão finalmente chegam ao cume do monte. O escriba real anota as palavras ditas pelo faraó. Apuki grita provocando os hebreus.

Leia também:  Resumo de novelas desta segunda-feira (14)

Os oficiais egípcios se preparam para iniciar as execuções. Do alto do monte, Moisés dá início à sétima praga. O céu fica turvo, as nuvens se movimentam e o tempo começa a fechar. No local da execução, hebreus e egípcios se espantam com a mudança do tempo. Apuki esbraveja com ódio de Moisés. Bakenmut e Ikeni abandonam o local temerosos. Ikeni decide voltar e tira a corda do pescoço dos hebreus condenados. Joquebede agradece a Deus. Eleazar e Zelofeade desamarram os escravos. Ana se impressiona com o poder de Deus. Oseias diz para ela seguir com Judite para casa. Paser e Simut tentam alertar Ramsés sobre a fúria do Deus dos hebreus, mas o soberano se irrita e esbraveja com o sacerdote e seu assistente. O rei segue para o terraço do palácio e se espanta ao ver explosões no céu. Apavorado, Ramsés consegue notar a figura de Moisés no alto do monte.

Leia também:  O Rico e Lázaro | Interessado por Edissa, Nabucodonosor exige que a serva lhe ajude no banho
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.