Foto: Reprodução de Redes Sociais
Foto: Reprodução de Redes Sociais

Um banheiro masculino da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, foi pichado com uma frase racista. A pichação foi descoberta pela Direção da Faculdade no final da tarde desta terça-feira (6) e foi divulgada nas redes sociais.
A citação diz que “Lugar de negro não é no Mackenzie. É no presídio.” Em nota, a universidade afirma que repudia qualquer ato, ação ou manifestação de cunho racista em seu ambiente (veja nota na íntegra abaixo).

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

O Mackenzie ainda não sabe quem é o responsável pelo ato, mas informa que já foi feita denúncia aos órgãos e instâncias responsáveis pela apuração. Foi instaurado procedimento interno para apuração dos fatos e possível identificação de autoria.
“Nossa história de ampliação de liberdades e construção de oportunidades nos impõe a reafirmação permanente do nosso compromisso com a defesa dos Direitos e garantias Individuais e Coletivos, com o bem-estar do nosso povo e o repúdio a atos discriminatórios de quaisquer naturezas”, diz o texto.

Leia também:  Mais duas crianças morrem após incêndio e 43 pessoas seguem internadas

Tamires Gomes Sampaio, primeira negra a assumir a diretoria do Centro Acadêmico do curso de Direito da universidade paulistana Mackenzie, repudiou o ato racista.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.