Várias folhas de cheques, arma e munições foram apreendidas e um suspeito de agiotagem foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (16.10), em Juína (735 km a Noroeste). O acusado, Averaldo Nunes de Freitas, 44, foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e será investigado pelo crime de usura.

O flagrante aconteceu durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa do suspeito. A ordem judicial foi expedida pela Justiça após investigações da Delegacia de Juína apontarem o envolvimento do suspeito com uma tentativa de homicídio, ocorrida no dia 1º de junho na cidade.

Durante as buscas na casa, o acusado e a sua esposa estavam em casa e não ofereceram resistência para cumprimento da ordem judicial. No local, policiais encontraram um revólver calibre 32, modelo Smith Wesson, 21 munições calibre 32, 3 munições calibre 380 e 42 folhas de cheques preenchidas por várias pessoas com contas em diferentes bancos, possivelmente de clientes do suspeito no ramo da agiotagem.

Leia também:  Motocicleta é abandona e recuperada pela Polícia na Vila Goulart

Segundo a Polícia, o acusado já foi condenado por um homicídio ocorrido em 1995, na Bahia e responde por uma tentativa de homicídio na cidade de Juína, MT.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.