Neste final de agosto os consumidores se depararam com mais aumentos nos preços dos derivados lácteos. A oferta restrita de matéria-prima no mercado de derivados, começou a influenciar os preços em agosto de 2015. As informações são do relatório mensal de leite divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Os dados apontam que o preço da muçarela em relação a agosto de 2014, teve considerável alta de 9% no mercado atacadista e 5% no varejo. O leite pasteurizado também teve aumentos de 7% no atacado e 12% no varejo, na comparação com ago/14.

Ainda conforme a pesquisa, diferentemente destes, o preço do leite pago ao produtor recuou 2% em relação ao mesmo período do ano passado, ao passo que os custos permanecem em patamares relativamente altos.

Leia também:  MT registra redução de 12,77% no número de animais abatidos

Diante deste cenário, os economistas do Instituto concluem que a margem do produtor tem se reduzido bastante, tendo em vista que os preços no início do ano estavam muito baixos e os reajustes têm sido muito pequenos até o momento, desestimulando os investimentos na atividade leiteira devido aos baixos preços praticados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.