Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A produtora Furacão 2000 foi condenada pela Justiça Federal da 4ª Região à pagar um total de 500 mil reais pela veiculação da música “Tapinha”, do grupo Bonde do Tigrão.

A ação promovida pela ONG Themis, de Porto Alegre (RS), junto ao Ministério Público Federal, garante que a música incita violência contra a mulher, e pede indenização por dano moral difuso.

Até uma ação conta a gravadora Sony Music Entertainment, pela música “Tapa na cara”, da banda Pagodart, aconteceu. A decisão excluiu a Sony, mas pode ser ainda revertida.

Produtora Furacão 2000 foi condenada pela Justiça Federal da 4ª Região à pagar um total de 500 mil reais pela veiculação da música “Tapinha”, do grupo Bonde do Tigrão.

Leia também:  Não se contentando em furtar, bandidos deixam escritório de arquitetura incendiado em MS

No ano de 2013 a ação foi acatada em primeira instância, quando a Furação 2000 recorreu e reverteu a decisão, suspendendo a multa. Um novo julgamento aconteceu e condenou a empresa.

Ainda cabe novo recurso, que certamente vai acontecer.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.