Dione Rodrigo e Lucas Almeida - Foto: PM
Dione Rodrigo e Lucas Almeida – Foto: PM

Uma quadrilha foi presa em flagrante sob a acusação de roubo, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, associação de tráfico e formação de quadrilha, na quinta-feira (8), em Pedra Preta (26 Km de Rondonópolis). Os suspeitos Lucas Almeida da Silva, 20 anos, vulgo ‘Luquinhas’, Nívea Cristina da Silva Rocha, 32 anos, Dione Rodrigo da Silva Brandão, ‘Dionão’, 23 anos e Maria Aparecida Giroli Rodrigues Vieira, 29 anos são acusados de participarem de roubo a um Posto de Combustível, localizado na BR- 364, em Pedra Preta.

A PM recebeu a informação através de denuncia via 190, que em um Posto de Combustível estava ocorrendo um assalto. A informação é que dois suspeitos chegaram em uma motocicleta Honda Biz, cor preta, em posse de arma de fogo anunciando o roubo.

Leia também:  Manobrista morre após ser atropelado em frente de boate em Cuiabá
Arma apreendida - Foto: PM
Arma apreendida – Foto: PM

Durante as investigações, a polícia tomou conhecimento que o vulgo “Luquinhas” seria um dos autores do roubo e estava escondido em uma ‘boca de fumo’ localizada no bairro Jardim Mato Grosso, próximo ao local do roubo. Quando a polícia chegou ao local, o suspeito Lucas tentou fugir, mas acabou detido. Na residência também estavam as suspeitas Nivea e Maria Aparecida que foram conduzidas até a delegacia. Com as mulheres, a polícia encontrou porções de entorpecentes.

Materiais apreendidos - Foto: PM
Materiais apreendidos – Foto: PM

Com o suspeito Lucas a polícia encontrou a motocicleta utilizada no roubo, cerca de R$ 290 e três folhas de cheques que faziam parte do montante roubado no estabelecimento comercial. Lucas confessou o crime a polícia e afirmou que seu comparsa era o conduzido Dione, que estava com a arma e os cheques roubados.

Leia também:  Derf recaptura em 48h três detentos da Mata Grande

De acordo com Lucas, Dione teria emprestado a arma e em troca pode ficar com parte do dinheiro e dos cheques roubados. A polícia encontrou no quintal da casa de ‘Dionão’, uma pistola 6.35 carregada com três munições juntamente com um embrulho de plástico onde estavam acondicionadas, 20 folhas de cheques que havia sido roubadas. No quarto de Dione, foi localizado ainda um pedaço grande de droga, aparentando ser maconha.

Moto utilizada no crime - Foto: PM
Moto utilizada no crime – Foto: PM

Todos os suspeitos foram conduzidos à delegacia juntamente com os materiais apreendidos para as providências cabíveis.

A operação foi um trabalho realizado entre Polícia Militar (PM) de Pedra Preta comandada pelo Tenente Bispo em conjunto com a Polícia Judiciária Civil (PC) sob comando do delegado Thiago.

Leia também:  Investigados por homicídio são presos com armas e munições em Alta Floresta
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.