Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

Prefeitura de Rondonópolis (MT) por meio do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), realiza nesta quarta-feira (28) a segunda etapa da interligação de uma nova adutora de 600mm com o sistema existente na estação de captação do Rio Vermelho e alguns bairros ficarão com oscilações no abastecimento de água

A interligação da nova adutora faz parte de programação do Sanear para colocar em funcionamento a nova Estação de Tratamento de Água, a ETA 2. Atualmente, o sistema conta com uma adutora de 450mm, que capta 400 litros por segundo de água do Rio Vermelho e encaminha à Estação de Tratamento de Água – ETA 1, que fica na Avenida Lions Internacional.

“Está programada para esta quarta uma parada, das 7h às 12h, na captação de água bruta para fazer a segunda parte da interligação do barrilete da nova adutora de 600mm, que abastecerá a nova Estação de Tratamento de Água, já em fase final de construção”, explica o diretor técnico do Sanear, Marcos Brumatti. A primeira parte da obra de interligação da adutora ocorreu no mês passado.

Leia também:  Há quase 40 dias e sem previsão de término, greve do Detran preocupa população

Brumatti alerta que, com a parada da captação para as obras de interligação, poderão afetar o abastecimento de água nos bairros das regiões que são abastecidos pela ETA 1 (veja abaixo). Com isto, a diminuição no abastecimento poderá ser sentida mais no período da tarde. “Todos os esforços serão feitos para que o abastecimento seja normalizado o mais rápido possível”.

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

Ampliação

De acordo com diretor do Sanear, a nova adutora de água bruta está sendo implantada para ampliar a capacidade de adução de água bruta da captação do Rio Vermelho até a ETA 2, que fica ao lado da ETA 1. Com isso, praticamente dobrará a disponibilidade de água para distribuição à população, esta é uma das metas do Prefeito Percival Muniz, que assumiu a gestão em 2013 com um déficit entre a demanda de consumo – 960 litros por segundo e a produção 780 litros por segundo, de água tratada. Mas que já foi superado com os investimentos feitos na melhoria e ampliação do sistema e na perfuração de novos poços em pontos estratégicos da cidade.

Leia também:  Hospital Regional divulga novo número

Outros serviços

Brumatti informa, ainda, que a ‘parada programada’ da captação de água bruta do Rio Vermelho será aproveitada para fazer outros serviços necessários na ETA 1. “Vamos fazer a lavagem dos floculadores, a substituição do dosador de sulfato (produto químico utilizado no tratamento da água) e a limpeza dos quadros de comandos das elevatórias”.

Durante o período, a recomendação é economizar água, já que os bairros das partes mais altas devem esperar a pressurização da água nas redes para que o abastecimento volte ao normal.

O Sanear solicita a compreensão de todos e alerta para o consumo moderado das reservas domiciliares. Mais informações podem ser obtidas por meio do Serviço de Atendimento ao Consumidor, pelo telefone gratuito 0800 6472442, que funciona das 7 às 19 horas. Ao ligar, tenha sempre em mãos a conta de água ou a matrícula.

Leia também:  Dia das Crianças movimenta comércio em Rondonópolis

Regiões que podem ser afetadas

  1. Setor: Cidade Alta, Jardim Iguaçu, Participação, São Sebastião, Nossa Senhora do Amparo, Cardoso e Residencial São José.
  2. Setor: Parque Sagrada Família, parte do Azaleia, Margarida, Parque das Rosas e Residencial Farias.
  3. Setor: Jardim Mato Grosso, Colina Verde, Cohab Velha e Vila Aurora.
  4. Setor: Santa Cruz até a região do Cascalhinho.
  5. Setor: Jardim Guanabara, Vila Birigui até a Vila Militar
  6. Todo o Setor do Jardim Morumbi.
  7. Grande Região do Monte Líbano, Liberdade e Tropical.
  8. Grande Região do Jardim Belo Horizonte até o Parque Oasis.
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.