Reprodução/Clarín
Reprodução/Clarín

 

O sobrinho neto do papa Francisco foi preso, em Rio Negro, na Argentina. Ele é suspeito de estelionato por aplicar golpes em investidores de imóveis. O homem de 41 anos, que não teve sue nome divulgado pela polícia, é acusado de mais de 25 delitos.

De acordo com o jornal argentino Clarín, o sobrinho neto teria cometido um calote milionário, e estava sendo investigado pela Polícia Federal do país.

Segundo agentes oficiais da polícia local, ele seduzia possíveis investidores, captava os valores negociados e desaparecia com o dinheiro, como explicou Jorge Elizondo, chefe da polícia de Rio Negro

Agora estamos colhendo informações e documentos no lugar onde ele morava, em Bariloche, para encontrarmos dos golpes.

Leia também:  Réus provocam tiroteio dentro de tribunal de Moscou e 4 acusados morrem
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.