Foto: assessoria
Foto: assessoria

O conselheiro Antônio Joaquim do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE) fez a sugestão da parceria ao primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL/MT) deputado estadual Ondanir Bortolini (PR), Nininho, durante a quarta edição do projeto de capacitação de vereadores – Democracia Ativa – realizado pelo TCE hoje na sede do órgão. A ideia é fazer com que os cursos de capacitação, que são realizados em Cuiabá, sejam regionalizados, desta forma, cinco ou mais cidades pólo seriam eleitas, em cada região do Estado, para sediarem o projeto no próximo.

O deputado Nininho foi à cerimônia de abertura representando o poder legislativo e afirmou que é muito importante esta parceria com o TCE por conta das distâncias entre os municípios e a capital. “Precisamos levar esta capacitação o mais perto possível dos vereadores, uma vez que nosso estado é muito grande e fica muito complicado que todos os vereadores consigam vir. Veja só o caso de Carlinda que fica a 800 quilômetros de Cuiabá”, reforçou.

Leia também:  Pré-candidatura de Bezerra ao Senado, pode abrir espaço para Adonias

Dentre os temas das palestras, o mais esperado é sobre a Lei de Acesso à Informação (nº 12.527/2011) e a Lei de Transparência Pública (nº 131/2009) ministrada pelo procurador-geral do Ministério Público de Contas de Mato Grosso (MPC-MT), Gustavo Deschamps.

Para o presidente do TCE, conselheiro Waldir Teis, o projeto visa somar as experiências entre as instituições para que os municípios possam se desenvolver ainda mais com qualidade. “A capacitação busca atender a necessidade de aprimorar as ferramentas de controle para que os recursos públicos sejam bem aplicados”, finaliza o presidente.

Ao todo, cerca de 30 vereadores compareceram no evento representando os doze municípios mato-grossenses convidados: Água Boa, Mirassol D’Oeste, Nova Bandeirantes, Marilãndia, Jaciara, Planalto da Serra, Várzea Grande, Tangará da Serra, Tapurah, Jauru, Carlinda e Santo Antônio do Leverger.

Leia também:  Pátio nega disputar cargos em 2018 e foca no mandado de prefeito
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.