Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Sebastian Vettel é quem está mais próximo de pelo menos adiar a festa do título de Lewis Hamilton neste final de semana no GP dos Estados Unidos. Vice-líder do campeonato, o alemão precisa evitar que o inglês faça nove pontos a mais para que o piloto da Mercedes não seja tricampeão em Austin. Porém, o trabalho do piloto da Ferrari será atrapalhado por uma troca de motor, que o fará perder 10 posições no grid de largada.

Ainda assim, Vettel vê a troca de motor como positiva. “Vamos ter a punição, mas esse sempre foi o plano, não é nenhuma novidade para nós. Nosso plano sempre foi ter o melhor motor disponível em todas as etapas e acho que demos grandes passos com nosso motor”, destacou.

Leia também:  Times de Mato Grosso vão mal na rodada de final de semana

“Isso não deve ser entendido pelo lado ruim. Na verdade, é um sinal muito bom, de que estamos forçando muito e estamos melhorando muito a performance.”

Vettel reconhece que a troca não é a melhor notícia para um final de semana em que teria de obter um bom resultado para adiar o tri de Hamilton, mas prefere pensar no desenvolvimento a longo prazo.

“Se você pensar isoladamente nesta corrida, é claro que não é uma grande notícia, mas pensando a longo prazo, a prioridade é sempre ter a maior potência possível. É um plano que tem funcionado muito bem.”

As atividades para o GP dos Estados Unidos começam na sexta-feira com os treinos livres às 13h e às 17h do horário de Brasília. No sábado, o terceiro treino livre começa às 13h e a classificação, às 16h. A corrida será às 17h do domingo.

Leia também:  2ª Noitada de Boxe Olímpico acontece em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.