Só se fala em “Hello”. Adele já deu alô mais de 200 milhões de vezes pelo YouTube só nos primeiros cinco dias de lançamento, recorde neste ano. O single que marca o retorno da cantora gerou meme imediato com a música de mesmo nome de Lionel Richie. Eles não foram os únicos cantores a dar alôs marcantes na história da música recente.

Veja vídeo acima e leia abaixo uma lista do G1 com os melhores ‘hellos’ do pop estrangeiro.

10 – “Vertigo” – U2
O “hello hello” de Bono em 2004 rendeu três Grammys e é o maior sucesso deles neste século. Bono ainda arriscou um “hola, hola”, em espanhol, mas escorregou no “uno, dos, tres, catorce” (1, 2, 3… 14?).

9 – “Hello” – Beyoncé
Não se trata de “Halo”, música melhor e mais conhecida da cantora. A quase homônima “Hello” também tem seu valor. Ao contrário do drama de Adele, Beyoncé celebra o amor ao primeiro alô.

Leia também:  Necro, uma das atrações do Cerrado Fuzz, fala de seu último CD, sonoridade e projetos

8 – “Hello” – Oasis
Essa abriu o segundo disco da banda, “What’s the story? (Morning Glory)”. Então no auge, o Oasis introduziu o álbum com o pé na porta. Mas é um “hello” de segunda mão. O refrão é igual a “Hello hello I’m back again”, de Gary Glitter, reconhecido como coautor.

7 – “Hello, I love you” – The Doors
Um dos maiores sucessos do Doors, essa música é um pouco mais leve e menos sombria do que outras de Jim Morrison. Ele teria avistado a musa da canção em uma tarde na praia de Venice, na Califórnia.

6 – “Hello” – Adele
Adele aproveita todo o potencial dramático de uma ligação para o ex e faz de “Hello” desde já um dos grandes singles deste ano. Vai estar no disco “23”, mas está no nível dos hits de “21”, sua grande trilha para dor de cotovelo.

Leia também:  Com EP lançado este ano, Hottel Casablanca fala da expectativa de tocar no Cerrado Fuzz

5 – “Hello, Goodbye” – Beatles
A música de 1967 é composição de Paul. Reza a lenda que John Lennon não gostou muito, e preferia sua “I am the walrus” – mas essa acabou sendo lado B do single. Não é a música mais inovadora dos Beatles, mas é uma das mais conhecidas, o que não é pouca coisa.

4 – “Sound of silence” – Simon e Garfunkel
Só tem um “hello” aqui, a primeira palavra da música. Mas é um marcante alô para a escuridão – Paul Simon explica que compôs essa música de luz apagada. É a mais antiga dessa lista, e um dos primeiros sucessos de Simon e Garfunkel.

3 – ‘Confortably numb’ – Pink Floyd
A música climática, cheia de “hellos” repetidos em eco, é a cara do Pink Floyd de “The Wall”. Mas a composição não é de Roger Waters, que fez a maior parte do disco. David Gilmour, o autor, deve tocar essa nos shows do Brasil – geralmente no fim do show.

Leia também:  Linkin Park lança clipe de 'One More Light' em homenagem a Chester Bennington

2 – “Smells like teen spirit’ – Nirvana
Kurt Cobain repete 36 vezes a palavra em sua música mais icônica. Ele repete o termo até se confundir com a expressão “how low” (o quão baixo). A música irônica e agoniada acabou sendo o alô mais marcante da história do rock. Mas não o “hello” pop definitivo…

1 – ‘Hello’ – Lionel Richie
Desde 1984 é difícil ouvir “Hello?” e não completar mentalmente “Is it me that you are looking for?”. Ouvir esse clássico do soft rock é como ganhar um carinho no ouvido – ou, claro, receber uma ligação da pessoa amada. A faixa chegou ao nº1 do Hot 100 da “Billboard” há 31 anos – posição que a homônima de Adele também deve alcançar logo na estreia.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.