Os delegados da Polícia Civil de Primavera do Leste, Rafael Fossari e Adriano Alencar emitiram um comunicado à imprensa negando a informação de uma suposta transferência de ambos que foi vinculada em um veículo de comunicação local no fim do mês de outubro, que seria motivada por uma retaliação as investigações dos crimes contra a administração pública, ou seja, em razão, dos últimos fatos ocorridos na Câmara dos Vereadores.

A notícia causou tamanho alvoroço no município que o delegado Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, emitiu uma nota à imprensa relatando que os fatos são inverídicos e foram plantados na tentativa de desestabilizar as autoridades policiais, contudo, afirmou que as investigações prosseguem e os culpados pelos crimes de administração pública serão punidos.

Leia também:  Vereador quer brincar de DEUS e proibir sal na mesa de bares e restaurantes

A notícia ganhou tamanha proporção e tomou conta das redes sociais, primaverenses criaram um abaixo-assinado para evitar a tal transferência.

Os delegados destacaram que várias foram as mensagens e telefonemas de pessoas preocupadas com o fato inverídico e garantiu que a confiança depositada a eles darão motivação para concluir os inquéritos policiais.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.