Fiscais da vigilância hepedemiológica colhem larvas de mosquitos em pneus.Foto:Varlei Cordova/AGORAMT
Pneus com acúmulo de água encontrado em uma borracharia .Foto:Varlei Cordova/AGORAMT

Uma força-tarefa está sendo realizada nesta terça-feira (24), por cerca de 60 profissionais nas borracharias do município de Rondonópolis, local considerado propício a proliferação do mosquito da dengue em meio ao possível acúmulo de pneus, sucatas e outros materiais que possam acumular água e servir de criadouro para larvas de mosquitos transmissores de doenças.

A ação que é uma recomendação do Ministério Público Estadual (MPE) conta com a participação da Vigilância Sanitária, Ambiental, Epidemiológica, Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMA), Secretaria Municipal de Saúde, Gabinete de Apoio a Segurança Pública, tem como intuito diminuir os focos do mosquito Aedes Aegypt.

 - Foto: Divulgação
Fiscal conscientizando dono de borracharia – Foto: Divulgação

Doze equipes estão realização a fiscalização e conscientização dos empresários e borracheiros. Inicialmente, os estabelecimentos onde forem encontrados criadouros dos mosquitos serão notificados, tendo o proprietário 72h para a adoção das medidas solicitadas.

Leia também:  Acidentes na BR-163 registra queda de 20% em Rondonópolis
Janaina Estelano.Foto:Varlei Cordova/AGORAMT
Gerente de Divisão da Vigilância Sanitária – Janaína Estellano – Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

“A princípio é uma orientação, mas de cunho punitivo após o prazo serão aplicadas as multas e tomadas as sanções cabíveis. Com o início do período chuvoso, o mosquito Aedes Aegypt está se proliferando e provocando três doenças, a Dengue, febre Chikungunya e o Zika Vírus, é preocupante, por isso decidiu-se por essa ação conjunta, ” disse a gerente de divisão da Vigilância Sanitária, Janaína Estollano.

Ação ocorre nesta terça-feira (24), em 36 locais considerados mais críticos. As equipes visitam, inspecionam o local e os pneus encontrados nas borracharias, são pintados como forma de identifica-los para que não possam ser jogados em terrenos baldios, ou nas saídas da cidade / zona rural.

Leia também:  Curso de bombeiro civil abre inscrições nesta terça-feira em Rondonópolis
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Caso seja necessário o armazenamento dessas materiais, eles devem estar abrigados em locais cobertos. Contudo, a recomendação que todo pneu deve ser descartado em local autorizado, como uma cooperativa localizada na rodovia MT-130, km 10 próximos a Mata Grande.

Fiscais marcam pneus em bicicletaria.Foto:Varlei Cordova/AGORAMT
Pneus sendo pintados e identificados para que não sejam descartados em terrenos baldios ou zona rural – Foto:Varlei Cordova/AGORAMT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.