Foto: Divulgação
Produtor rural de Nova Xavantina, Endrigo Dalcin – Foto: Divulgação

A chapa “Aprosoja Forte” comandará a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) no biênio 2016/2017. Encabeçada pelo produtor rural de Nova Xavantina, Endrigo Dalcin, a chapa tem como principais propostas a melhoria na logística do Estado, o fomento à pesquisa para melhor defesa sanitária e a articulação de políticas agrícolas para o setor. A chapa foi eleita com 60% dos votos válidos.

“O resultado mostrou o fortalecimento e a união dos produtores do Estado. Sinalizou também que a nossa candidatura estava consolidada e que os membros da chapa são líderes em suas regiões. As bases fizeram esta eleição”, enfatiza Endrigo Dalcin, presidente eleito da Aprosoja.

Também foram eleitos cerca de 140 delegados dos Núcleos da Aprosoja, que são os representantes da entidade na base, junto ao agricultor. O resultado com o nome dos delegados eleitos será divulgado até quarta (11). Todos os cargos eletivos da associação são voluntários.

Leia também:  Bairro de Cuiabá recebe nova edição do Multiação neste sábado (15)

O presidente da entidade, Ricardo Tomczyk, ressalta a intensa participação do associado, em um exemplo de democracia. “O processo eleitoral teve transparência e lisura. Ao final, o resultado acabou fortalecendo a entidade porque promoveu o debate sobre a Aprosoja entre os associados”, finaliza.

As eleições deste ano bateram recorde da entidade. Mais de 2,4 mil associados foram às urnas, representando 60% dos eleitores aptos a votar. “O processo eleitoral transcorreu com tranquilidade e reforçou o exercício de cidadania do agricultor de Mato Grosso”, diz Glauber Silveira, presidente da Comissão Eleitoral.

O resultado das eleições será homologado em até sete dias. A posse está marcada para o dia 10 de dezembro, no Cenarium Rural, às 19h30. A Aprosoja representa cerca de cinco mil produtores de soja e milho de Mato Grosso. Em 2015, completou 10 anos de fundação.

Leia também:  Aumentam boletins de ocorrência motivados por homofobia em Mato Grosso
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.