A cobrança de pedágio da rodovia BR 163/364 de Rondonópolis para Jaciara foi criticada pelo vereador Ibrahim Zaher porque a pessoa está pagando para trafegar numa rodovia ruim, cheia de buracos e sem segurança. O valor cobrado na praça de pedágio é de R$ 4,50 para veículos de passeio. “Não acho justo a pessoa pagar o imposto para a manutenção da estrada, ainda o pedágio e andar em estrada ruim”, disparou.

O trecho é explorado pela concessionária Rota do Oeste, empresa da Odebrecht Transport, mas a manutenção da pavimentação e a duplicação da rota não são de competência da empresa. “Estamos com problema de empresas que tocam uma obra que não anda, estaremos enviando documento ao Ministério Público Federal para informar o que ocorre e solicitar providências”, assegurou.

Leia também:  Após cirurgia na próstata Temer recebe alta e diz "Por aqui foi tudo bem"

A rodovia em questão possui fluxo intenso de veículos porque é a única rodovia federal que une à região Norte do Estado e do País. No trecho entre Rondonópolis e a Capital, Cuiabá as duas rodovias BR 163 e BR 364 se unem se tornando rota única para quem vem de Campo Grande, Goiânia e Brasília e outros municípios da região Sul e Leste do estado.

“Estamos nos referindo a um trecho de tráfego intenso diário, com perigo de acidentes em que está sendo cobrado um serviço por uma estrada que não oferece a mínima segurança, em que as obras simplesmente não andam, estão sempre atrasadas e o povo só pagando sem nada de retorno”.

Leia também:  Vereador visita obras do Centro de Artes e Esportes Unificados
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.