A Polícia suspeita que um martelo tenha sido usado para agredir a vítima - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
A Polícia suspeita que um martelo tenha sido usado para agredir a vítima – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Uma mulher identificada como Márcia Maria de Matos, 33 anos, morreu na tarde deste domingo (15) após ser encontrada com sinais de violência por volta das 13h45, em sua residência localizada no Residencial Marechal Rondon, em Rondonópolis (MT). A mulher ainda chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do Hospital Regional, em decorrência de um afundamento craniano. A Polícia suspeita que um martelo – encontrado na casa – tenha sido usado pelo agressor para violentar a vítima.

Conforme consta no registro policial, o marido de Márcia, identificado como Leandro Francisco de Oliveira é o principal suspeito do homicídio. Segundo uma testemunha, ontem às 22h46, a vítima mandou uma mensagem a ela preocupada pois o amásio estaria fumando no banheiro.

Leia também:  Após roubar residência, suspeito é preso escondido em pé de manga

Hoje por volta das 11h30, a testemunha disse a Polícia que pediu ao filho para que fosse ver com Márcia se as duas iam almoçar juntas. Porém, o garoto retornou dizendo que a filha de Márcia havia informado que a mãe ainda estava dormindo. Mais tarde, o menino voltou a residência para procurar por Márcia, momento que a menina, 9 anos, entrou no quarto da mãe e a encontrou com sinais de violência no braço e na face. Ao ser informada da situação, a testemunha, acionou o SAMU.

Segundo consta no Boletim de Ocorrência (BO), na noite de ontem (14), a mulher teria pedido ao marido para que fosse fazer uso de drogas em outro local. Após isto, o homem foi visto hoje de madrugada, por volta das 4h, saindo em uma motocicleta Honda Biz, cor branca, alegando que ia trabalhar.

Leia também:  Armas e animais silvestres recém-abatidos são apreendidos

A perícia além da equipe de homicídios da Polícia Civil também foram acionados e compareceram ao local para os devidos trabalhos. O BO foi registrado para devidas providências. Até o fechamento desta matéria o suspeito ainda não havia sido localizado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.