Foto: Reprodução / bravence
Foto: Reprodução / bravence

Sorriso e Rondonópolis são os dois municípios de Mato Grosso que aparecem entre os 50 maiores exportadores do Brasil na lista divulgada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), com relação a balança comercial entre janeiro até outubro deste ano. As duas cidades se mantiveram nas posições 27ª e 30ª respectivamente. Já entre os 100 maiores exportadores, mais oito municípios aparecem no ranking.

Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Apesar de manter a posição na lista, o município de Sorriso teve um recuo no número de exportações comparado ao mesmo período em 2014. Em Sorriso a queda foi de $ 1,293 bilhão no ano passado para US$ 1,123 bilhão em 2015. Em Rondonópolis, o número de exportações reduziu de US$ 1,163 bilhão em 2014 para 1,075 bilhão este ano.

Leia também:  Preço do leite pago ao produtor sofre variação e cai em MT

De acordo com a balança comercial, entre os meses de janeiro a outubro deste ano, as exportações em Mato Grosso somaram US$ 10,959 bilhões, contra US$ 13,212 bilhões em 2014. Já as importações US$ 1,154 bilhão, 23,83% a menos que os US$ 1,515 bilhão do ano passado.

10 municípios na lista dos 100 maiores exportadores do país

Além de Sorriso e Rondonópolis que aparecem entre os 30 primeiros na lista de maiores exportadores do Brasil, outros oito municípios aparecem entre os 100 primeiros colocados no ranking. Segundo os dados da Secretaria de Comércio do Exterior, na lista da balança comercial, o próximo município mato-grossense a aparecer no ranking é Nova Mutum, na 60ª colocação com US$ 625,8 milhões e em seguida, Primavera do Leste na 64ª com US$ 563,08.

Leia também:  Concurso da educação tem a participação de mais de 100 mil pessoas

A capital mato-grossense, Cuiabá aparece 81º lugar com US$ 469,9 milhões, vindo em sequência, Querência em 82º com US$ 460,6 milhões, Sinop em 89º com US$ 420,2 milhões, Lucas do Rio Verde em US$ 93º com US$ 395,6 milhões, Sapezal em 94º com US$ 392,6 milhões e por último, Diamantino em 100º com US$ 356,2 milhões.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.