Um campeão do mundo corre o risco de ficar atrás das grades. Trata-se de Vincenzo Iaquinta, ex-atacante que passou por clubes como Juventus, Udinese e Cesena, além de ter vencido a Copa em 2006, com a Itália. Junto de seu pai, ele teve seu nome incluído em um julgamento da ‘Ndrangheta, organização mafiosa italiana, em processo que ocorre na cidade de Bologna.

Ele responde à acusação de ter participado de crimes relacionados ao porte ilegal de armas, com o agravante de ter agido a fim de facilitar uma associação de tipo mafioso. No caso de seu pai, que é empresário, a participação está sendo contestada, mas seu nome ainda não foi excluído do processo. Além dos dois, outras 139 pessoas serão julgadas pelo mesmo caso, com data prevista para 23 de março de 2016.

Leia também:  Luverdense deixa a zona de rebaixamento

A última partida oficial de Iaquinta foi em 2012, quando foi emprestado pela Juventus ao Cesena. Ainda voltaria à Vecchia Signora, mas não seria utilizado até o final de seu contrato, em 2013, e desde então não encontrou outra equipe. Na Copa do Mundo de 2006, fez o segundo gol na primeira partida da seleção italiana, que derrotou Gana por 2 a 0, sagrando-se campeão mundial.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.