Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi aberta pela Assembleia Legislativa, para investigar suspeita de irregularidades na compensação de cartas de crédito realizadas por promotores e procuradores de Justiça do MPE (Ministério Público Estadual).

A CPI foi aberta após denúncia do ex-secretário de Estado, Eder Moraes, durante CPI das Obras da Copa do Mundo, onde relatou que houve irregularidades no pagamento das cartas de crédito aos membros do MPE.

O ato administrativo nº059/2015 foi publicado no Diário Oficial na quinta-feira (24), onde informou como membros da CPI, Max Russi (PSB) e Leonardo Albuquerque (PDT), Wilson Santos (PSDB), Gilmar Fabris (PSD) e Oscar Bezerra (PSB).

Para suplentes ficaram na lista os deputados Dilmar Dal Bosco (DEM), Eduardo Botelho (PSB), Mauro Savi (PR), Sebastião Rezende (PR) e José Carlos do Pátio (SD).

Leia também:  Curso é ofertado gratuitamente para o público LGBT

Com isso, as investigações sobre o caso irão iniciar após o recesso parlamentar programado para o dia 13 de janeiro de 2016.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.