pressao altaA hipertensão arterial, ou pressão alta, é uma síndrome metabólica causada pelo aumento dos níveis tensionais no sangue. Uma das principais causas do problema é a obesidade. Dados estimam que cerca de 20% da população brasileira sofre de hipertensão – e nada menos que metade desses casos são causados pelo excesso de peso. Como nosso organismo é extremamente sensível ao aumento de pressão, a doença precisa ser tratado com toda a seriedade.

Você já deve ter ouvido falar que a hipertensão é silenciosa, não é mesmo? Muitas vezes, os maus hábitos alimentares e o sedentarismo vão lesionando alguns órgãos e, quando a pessoa se dá conta, pode ser tarde. Minhas principais dicas para quem sofre de hipertensão arterial é iniciar a prática regular de exercícios físicos e adotar uma dieta balanceada. Para ajudar, no quesito alimentação darei algumas informações importantes.

Leia também:  O que o povo sabe sobre esclerose múltipla

A 1ª delas é que os hipertensos devem evitar alimentos com excesso de sódio. O consumo abusivo do sal tem um efeito de bomba-relógio em nosso organismo. Além de causar a retenção de líquidos, comer muito sal aumenta o volume de sangue no corpo, pressionando as artérias e elevando a pressão arterial. Entre os alimentos que devem ser evitados estão: molho de soja, amendoins condimentados, sopa e macarrão instantâneos, enlatados, queijo parmesão, temperos prontos, nuggets e carne-seca.

Também precisam ser eliminados o bacalhau, os alimentos em conserva, processados, congelados e embutidos, além dos corantes artificiais.

Para finalizar os proibidos, dois avisos:

(1) Se tem o costume de fazer as refeições com o saleiro do lado, pare hoje mesmo com esse hábito terrível; (2) Se for hipertensa, pare já de comer gengibre. Ele aumenta a vasodilatação e isso descontrola a pressão.

Leia também:  Acupressão, a acupuntura com os dedos, é ótima para as gestantes

Entre os alimentos permitidos para hipertensos estão: aveia, amêndoas, peixes, ervas (como salsa, cebolinha, coentro, alecrim, sálvia, louro, tomilho, manjericão), alho, cereais integrais (entre eles o arroz) e ingredientes ricos em potássio, por exemplo, inhame, feijão-preto, abóbora, cenoura, banana, espinafre. Sobre os exercícios físicos: minha sugestão é que sejam praticados, no mínimo, quatro vezes por semana, variando entre os aeróbicos (corrida, bike, natação) e os anaeróbicos, como musculação. Sempre com o acompanhamento de um profissional habilitado, claro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.