Um jovem que mora em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, conseguiu provar a inocência e voltou para a casa depois de passar quase três meses preso. Após sofrer com a prisão, o rapaz comemora a liberdade de poder passar o Natal com a família.

Record Minas
Record Minas

Acusado de roubo, Rômulo dos Santos, de 24 anos, ficou preso na Penitenciária de São Joaquim de Bicas. O marceneiro conta que esteve em uma cela de 30 metros quadrados com mais de 20 homens e para dormir chegou a dividir um único colchão com outro detento.

— Todos os dias foram ruins. Naquele lugar não existe dia bom.

Santos foi detido depois que dois ladrões assaltaram uma loja de roupas, em Contagem. Eles fugiram, invadiram um conjunto de prédios e entraram no apartamento do rapaz. A polícia prendeu os dois suspeitos e, Santos que também estava na sala de casa, também foi preso.

Leia também:  Chefe de gabinete com carro oficial faz vídeo a mais de 210 km/h em SP

— Foi um susto muito grande. Eu em senti impotente, não pôde fazer nada. Durante três meses, a família do rapaz se mobilizou para provar a inocência dele. Os amigos criaram uma página em uma rede social pedindo a libertação de Santos.
As imagens do circuito de segurança do conjunto de prédios, que mostra a entrada do jovem e dos suspeitos mais de 20 minutos depois, foram decisivas para provar a inocência dele. Agora, ele quer esquecer este pesadelo, passar o Natal com a família e já buscou na música a vontade de retomar os sonhos e planos que é estudar direito e no futuro se tornar um grande juiz.

— Eu quero ser juiz criminal. Eu vi como é dentro da prisão e tenho uma bagagem maior para trabalhar na área.

Leia também:  Bandidos invadem canil de São Paulo e roubam 40 cães causando prejuízo de R$ 100 mil
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.