Flávio Luiz Tavares, Silvio César Ribeiro e Estério Mota Netto foram presos na tarde desta sexta-feira(18), em um posto de combustível que fica em um trevo, às margens da BR- 364, em Rondonópolis. Os acusados foram detidos pelos investigadores da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), sob a acusação de transporte e comercialização de agrotóxicos.

De acordo com o delegado da Derf, Gustavo Belão, foi após uma denúncia anônima que se chegou aos acusados, no momento da prisão eles comercializavam os produtos. Com o trio foram apreendidos 21 caixas e 5 galões de agrotóxicos, produtos avaliados em R$ 71.450 mil.

O delegado explicou que a mercadoria é vendida a R$ 170 o litro, já o trio estava comercializando o produto a R$ 105, preço bem abaixo do mercado e ainda em um anúncio feito pela internet eles diziam que a entrega seria feita pelos Correios, o que é proibido.

Leia também:  Operação Herbal | Mais de 30 mandados devem ser cumpridos em MT
produtos recuperados pela Polícia Civil com os suspeitos Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT
produtos recuperados pela Polícia Civil com os suspeitos Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT

O produto foi enviado para uma perícia, já que a suspeita é que seja falsificado. O foco dos acusados era vender a mercadoria abaixo do preço para os produtores da região. Também foram apreendidos dois veículos usados pelos suspeitos, sendo uma caminhonete D20 e um Voyage.

D20 utilizada para fazer o transporte do produto Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT
D20 utilizada para fazer o transporte do produto Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT

Eles pegavam o produto no Estado de São Paulo e comercializava em Mato Grosso.

Dois dos acusados já tinham passagens pela polícia por roubo, furto, receptação e tráfico.

carro utilizado pelos suspeitos Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT
carro utilizado pelos suspeitos Foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.