José Márcio Guedes e Weligton FagundesMembros do Partido Republicano (PR) em Rondonópolis não ficaram nada satisfeitos com as declarações do senador Blairo Maggi, que apesar de ainda estar no PR está de malas prontas para o PMDB, isso porque, segundo interpretação de muitos dos filiados Maggi teria vendido uma mercadoria que não poderá entregar.

O fato é que pelo que veiculado na imprensa cuiabana Blairo teria afirmado que PR, PMDB e PSB já estariam fechados em torno do nome do Senador José Medeiros (PPS) para a disputa em 2016 pela Prefeitura de Rondonópolis.

De acordo com José Márcio Guedes (PR), presidente municipal da sigla e assessor de Fagundes, a conversa entre Maggi e o senador republicano, não passou de informalidades entre uma votação e outra no Senado, “Não há nada fechado, essa conversa foi uma pergunta informal feita pelo senador Blairo ao Wellington, não teve nenhum caráter de avaliação e muito menos de fechamento de questão”, retrucou Guedes.

Leia também:  Deputado Nininho participa da reinauguração da planta frigorífica Minerva

Ainda segundo Guedes a determinação de Fagundes, que é o presidente regional do PR, é que a comissão provisória de Rondonópolis deverá participar das discussões para ajudar a decidir quem será o candidato do partido, ou mesmo se a legenda irá se coligar para tentar conquistar a Prefeitura de Rondonópolis em 2016, “Não há veto ao nome do senador Medeiros, mas a decisão de quem será o nome do PR ou mesmo se faremos uma coligação será amplamente discutida”, finalizou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.