Foto: Viva Mais
Foto: Viva Mais

Precisando de uma forcinha para emagrecer? Então, vamos conversar um pouquinho! Você sabia que existem alimentos que são capazes de ajudar no emagrecimento? Se você pensou: lá vem ela falar dos vegetais e das frutas… Se enganou, é lógico que frutas, verduras e legumes ajudam bastante na perda de peso, além de terem inúmeras vitaminas e minerais. Mas, hoje, o assunto é outro. Quero apresentar os alimentos termogênicos – que, durante o processo de digestão,  ajudam a queimar gordura. Isso mesmo, GORDURA.

Pouca gente sabe, mas a canela é excelente para isso. Além de ser rica nutricionalmente, é anti-infl amatória, antifúngica e antibacteriana. E a pimenta vermelha? Você achando que servia só para dar um gostinho a mais na comida, né? Não, não, não… Ela ajuda a afinar! E o que falar do café? O pobre coitado, que já foi condenado, é capaz de ajudar a detonar as suas gordurinhas.

Leia também:  5 trocas saudáveis e gostosas para o café da manhã dos diabéticos

Os famosos chá de hibisco e chá-verde também. Mas, quero deixar claro uma coisa aqui, o chá tem de ser feito em infusão, com as ervas. Não adianta tomar aquele chazinho da caixinha, não. O resultado é muito superior se feito do modo tradicional.

O gengibre ficou famoso nos últimos tempos e sua fama faz jus ao efeito emagrecedor. E ele ainda é versátil: pode ser acrescentado em sucos e sopas, usado para temperar carnes e vai bem até no molho de tomate. E para quem nunca ouviu falar no vinagre de maçã, está aí uma opção. Embora um pouco mais caro, ele vale o investimento. Mas, por favor, não vai sair comendo todos esses alimentos compulsivamente, porque senão você vai acabar arrumando uma gastrite.

Leia também:  Um açaí (muito) mais rico em nutrientes

A palavra-chave, como tudo na vida, é moderação. Alguns alimentos, como a canela, por exemplo, se consumido em excesso, pode causar intoxicação. Uma colher de chá por dia já é suficiente. Ah, atenção, gravidinhas, não consumam canela. Ela estimula a contração do útero. E, obviamente, para gestantes e para quem está amamentando, o consumo desses alimentos deve ter o aval do nutricionista ou do médico.

Vale lembrar, também, que se você tem alguma doença, antes de consumi-los, melhor pedir orientação profissional. E fica uma dica: aliar atividade física a esses alimentos traz excelentes resultados. Ótima semana e até a próxima coluna!

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.