Medeiros e oposiçãoO senador José Medeiros (PPS-MT) lamentou, nesta terça-feira (1º), em Plenário, o aumento no número de desempregados do País e afirmou que a situação de crise demanda, além de reflexão, iniciativas para enfrentamento da recessão econômica. Durante discurso, ele também criticou as estatísticas oficiais do desemprego, dizendo que elas subestimam a real condição do povo, por não calcularem a elevada informalidade no mercado de trabalho.

Ao citar o Mato Grosso, José Medeiros lembrou que o nível de emprego no estado está acima da média nacional, mas sublinhou que a população do estado atravessa dificuldades. Para o senador, a complexidade dos impostos e a rigidez das leis trabalhistas dificultam a geração de empregos e acabam empurrando os trabalhadores para a informalidade.

Leia também:  Servidores de Rondonópolis recebem pagamento no Dia do Funcionário Público (28/10)

“Trata-se de uma retração muito forte da economia para um período muito curto. Os investimentos no país tiveram a maior queda desde 1996, e, no estado de Mato Grosso, a crise também se faz sentir”, enfatizou o parlamentar.

Rodovia – José Medeiros aproveitou o discurso para pedir que o governo federal providencie o reinício das obras de duplicação da rodovia BR-364 no trecho entre Rondonópolis e Cuiabá. Ele ressaltou a importância da estrada para o escoamento da produção de Mato Grosso, mas, segundo disse, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) não está pagando as empresas responsáveis pela obra.

Conselho de Ética – Também nesta terça-feira, José Medeiros, juntamente com os senadores Randolfe Rodrigues (REDE-AP), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Ronaldo Caiado (DEM-GO), protocolou representação no Conselho de Ética para abertura de processo contra o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), por quebra de decoro, que foi preso acusado de atrapalhar investigações da Lava Jato.

Leia também:  Sindicato Rural "sente pressão" e apresenta trabalho social a vereadores
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.