Ao contrário de Ronda Rousey, que jamais cogitou aceitar enfrentar a brasileira Cris Cyborg a não ser no limite do peso-galo, a atual campeã da categoria no UFC, Holly Holm, não demonstra ter problemas em fazer uma luta com a brasileira em peso-casado, ou mesmo no limite da categoria de cima, o peso-pena.

– No UFC atualmente não temos a divisão peso-pena. Se o UFC quiser organizar essa luta, não me oponho. Estou aberta a fazê-la. Não sou contra ter opções para fazer outras lutas. Não sei quanto consigo subir de peso, mas já lutei em divisões maiores no boxe. No MMA as coisas são um pouco diferentes, por causa da luta agarrada e dos chutes. No boxe você não tem a força e o peso de uma pessoa sobre você. Mas acho que sou uma peso-galo grande. Preciso ver como as coisas aconteceriam se essa opção aparecesse – disse a campeã

Leia também:  União e Luve decidem o Estadual Sub-19

Tendo filmado recentemente com Cris Cyborg uma película nos EUA, Holm mostrou gostar da brasileira.

– Eu adoro Cyborg. Ela é incrível. Finalmente tive a oportunidade de conhecê-la este ano. Dou apoio ao que ela quiser fazer. Se ela quiser permanecer na divisão dos penas, ou mesmo se não quiser testar o corte para o meio-termo entre galos e penas, eu estou com ela – disse.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.