Divulgação
Divulgação

Uma mãe raspou a cabeça de sua filha de 7 anos de idade e disse à menina que ela estava com câncer terminal, tudo para poder enganar outras pessoas e conseguir dinheiro.

Divulgação
Divulgação

Juanita Garcia, de 46 anos, foi presa depois de levantar dinheiro para o “tratamento”, alegando que sua filha tivesse em estágio terminal da doença, restando à ela apenas alguns meses de vida.

Do gabinete do Xerife do Condado de Hidalgo, EUA, veio a informação de que a criança se encontrava em perfeitas condições de saúde, mas que estava convencida de que estaria doente e morrendo.

A mulher admitiu o crime e foi acusada de exploração infantil.

Ela deve ser julgada em breve.

Leia também:  Empresa japonesa presenteia funcionários-não fumantes com 6 dias a mais de férias

 

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.