Divulgação
Divulgação

Uma mulher que trancava sua filha adotiva em um galinheiro e usou um colar elétrico para dar choque na criança foi condenada a 190 anos de prisão.

Diana Franklin, de 48 anos de idade, também amarrou a criança em uma árvore durante os seis anos em que “cuidou” dela. A mulher adotou a menina, que não teve a identidade divulgada, no ano de 2007, quando esta tinha 10 anos.

Assistentes sociais tiraram a criança da casa, em Taylor, Georgia, EUA, no ano de 2013.

Hoje com 18 anos, a filha esteve presente no tribunal quando a sentença foi dada. Ouviu-se que a criança foi trancada sem comida e água, e às vezes até mesmo sem roupas.

Leia também:  Terra aquecerá mesmo se pararmos de emitir gases de efeito estufa

Em um episódio de abuso, Diana colocou uma arma na cabeça da menina e ameaçou matá-la.

Ela foi condenado por 19 acusações de crueldade contra a criança, 8 de cárcere privado e uma de agressão agravada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.