Foto: assessoria
Foto: assessoria

A Prefeitura de Rondonópolis, antevendo os períodos chuvosos, receberá um monitoramento de possíveis áreas de enchentes realizado por profissionais do Ministério de Minas e Energias.  A ação faz parte do Plano Nacional para Prevenção de Desastres Naturais, uma parceria da Prefeitura através da Defesa Civil Municipal com o Governo Federal.

O objetivo da ação é garantir segurança às populações que vivem em áreas suscetíveis a ocorrências de desastres naturais. O mapeamento será realizado por meio de registros fotográficos e GPS. Após o levantamento um relatório será elaborado e encaminhado para o município.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil Municipal, Erimar Bezerra, a cidade tem pequenas áreas de alagamento, mas a Prefeitura tem agido rapidamente, deslocando já a algum tempo diversas famílias que moravam irregularmente em locais de Área de Preservação Permanente – APP, consideradas de risco de alagamento, para residenciais da cidade, e cercando às áreas, trabalho que é desenvolvido pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia também:  Grupos recebem melhoria na qualidade vida através da hidroginástica

Segundo Jefferson Melo, analista em Geociência do Ministério de Minas e Energia, o Plano Nacional para Prevenção de Desastres Naturais é composto por quatro etapas, mapeamento, monitoramento, e a terceira e quarta são obras e prevenção. Cada etapa é realizada por um órgão responsável.

Nos municípios escolhidos serão elaborados planos de intervenção, que identificam a vulnerabilidade das habitações e da infraestrutura dentro dos setores de risco e propõem soluções para os problemas encontrados. Além disso, o Governo Federal apoiará a elaboração de cartas geotécnicas de aptidão urbana, que permitirão o estabelecimento de diretrizes urbanísticas para o projeto de novos loteamentos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.