O mês de novembro foi destaque pela quantidade de abate de bovinos em Mato Grosso (MT). De acordo com dados do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea), o abate total de bovinos foi de 406,3 mil cabeças, classificando o período como o 3° maior no abate de bovinos do ano corrente.

Apesar de ter aumentado apenas 0,95% em relação a outubro de 2015, este foi o 3° mês consecutivo em que se verificou avanço no abate de animais.

Uma avaliação feita pelos economistas para analisar os dados estratificados por sexo, aponta que este foi o 2° menor abate de fêmeas do ano, com 122,3 mil, e o maior abate de machos, com 284 mil.

Leia também:  Agência de energia reduz previsões sobre demanda de petróleo em 2017 e 2018

Os dados mostram que apesar de o abate ter ficado acima da média do ano nestes últimos meses, este resultado é sustentado pelo abate de machos, tendo em vista a forte retenção de matrizes.

Sendo assim, os economistas concluem que  caso o preço do bezerro continue valorizado, essa retenção tende a continuar. Além disso, com a maior oferta de bezerro pode favorecer a rentabilidade da cria, que esteve em maus lençóis no passado próximo.

As informações foram divulgadas pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.