Dos 26 governadores do Brasil, apenas Pedro Taques se posicionou claramente a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) conforme uma pesquisa feita pelo jornal Folha de S. Paulo. Do total de governadores, 15 são contrários a abertura do processo e nove preferiram não se manifestar sobre o assunto.

Taques foi eleito e militou no PDT durante cinco anos e desde o início do seu mandato de senador, foi favorável à saída do partido brizolista da base de sustentação do governo Dilma, por isso, entende ser “natural a discussão da possibilidade de impeachment.

Mesmo sendo oposição à presidente Dilma Rousseff, Taques, diz que não está sentindo nenhum efeito negativo em relação ao tratamento institucional União/Estado, ele próprio admite isso e afirma esperar que as coisas continuem dessa maneira, uma vez que a questão é de cunho político não administrativo.

Leia também:  Queremos o nosso pedaço

Os governadores que ainda preferem certa distância da abertura do processo de impeachment, não emitindo opinião formal, aguardam um convite da presidente para um encontro, o que deve acontecer a partir desta semana.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.