Reprodução
Reprodução

A pele negra e o cabelo crespo são muito mais complexos de serem cuidados, especialmente no verão. É nesta época do ano que as negras devem redobrar os cuidados, muito mais do que as branquinhas. “As negras sofrem com oleosidade excessiva, que gera acne, melasma e sardas, além de foliculite, hiperpigmentação pós inflamatória, que causa manchas escuras, e ressecamento corporal, especialmente nos cotovelos e joelhos.
Pele

Reprodução
Reprodução

Pele negra deve ser muito bem protegida e cuidada no verão. Filtros solares com fator acima de 50 e cremes clareadores são essenciais durante a estação. “Paralelamente, peelings químicos também são aconselhados”, explica a dermatologista Gabriella Vasconcellos, da Clínica Goa health Club. Isso evita a hiperpigmentação, que acontece devido ao sol forte da estação, que causa o melasma. Outro problema comum são as estrias. “O tratamento de estrias feito com o laser de CO2 é o que apresenta melhores resultados, já na primeira sessão.

Cabelo

Reprodução
Reprodução

Para cabelos crespos saudáveis, é preciso combater a oleosidade do couro cabeludo e o ressecamento dos fios com tratamentos específicos, como a Umectação Capilar que combina oito óleos essenciais (coco, girassol, amendoim, rícino, jojoba, sésamo, extrato de aloe vera, amêndoa doce e babosa) para hidratar. “Este é um tratamento de choque para recuperar os fios ressecados.

O procedimento com óleo de melaleuca também promete limpar os cabelos desde a raiz. “O produto usado combate a oleosidade e elimina impurezas que causam a queda”, indica Marina Marques, terapeuta capilar do Crystal Hair. Depois de um peeling com semente de uva e óleo de melaleuca, que desintoxica o bulbo capilar e estimula a circulação sanguínea, para o crescimento dos fios, uma máscara restabelece o PH e repõe a queratina, selando as cutículas.

Maquiagem

Reprodução
Reprodução

Maquiagem em pele negra deve sempre começar pelo primer. “É essencial para uniformizar a pele e hidratá-la”, ensina Dudu Castro, do Crystal Hair. O corretivo também não pode faltar, inclusive para iluminar, no canto interno dos olhos e no ossinho do nariz. Na hora de escolher a base a dica é optar por um tom que se assemelhe à cor da linha do maxilar, que quase não toma sol. Já na zona T, que é sempre mais oleosa, o truque é usar um pó para evitar o brilho.

Mas make de verão tem que ser divertido e colorido. Na boca os tons escuros, como cereja ou vinho, não têm erro, mas o vermelho bem aberto e o rosa também são boas opções. “O batom rosa é super indicado, ao contrário do que se diz. Escolha um tom mais claro e discreto.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.