Foto: Ana Volpe/Agência Senado
Foto: Ana Volpe/Agência Senado

A Ouvidoria do Senado, criada em 2005, já é uma referência importante para a sociedade brasileira e para os parlamentares, que passaram a contar com um canal rápido e eficaz na interação com os seus eleitores e os cidadãos. A avaliação é da senadora Lúcia Vânia, ouvidora-geral do Senado, que se reuniu nesta quarta-feira (23) com a equipe da Ouvidoria para analisar o trabalho realizado em 2015.

Por mês, são recebidas quase 6 mil manifestações, em média. Desse total, perto de 4 mil respostas são dadas pelo Alô Senado e as demais por internet e por carta, quando a demanda exige pesquisas mais amplas e demoradas.

— Hoje há um amplo reconhecimento do trabalho da Ouvidoria pelos senadores e por parcelas expressivas da sociedade e isso se deve muito também à colaboração e à dedicação dos servidores e funcionários, que sempre acreditaram no projeto — afirmou.

Leia também:  STF autoriza abertura de inquérito para investigar delação de Silval

Durante a reunião com a equipe da Ouvidoria, Lúcia Vânia destacou a unificação dos canais de comunicação do Senado com os cidadãos, o que demandou muitas horas de reunião e planejamento. Em sua avaliação, o resultado do processo foi o aumento do número de atendimentos, a satisfação de quem demandou informação e o maior envolvimento dos senadores em relação às respostas.

Com a incorporação do Alô Senado e mudanças nos procedimentos, ainda segundo a senadora, os serviços da Ouvidoria tornaram-se mais objetivos e realistas. As manifestações agora passam por análise de conteúdo, identificação dos destinatários específicos, classificação por tipo e tema e visualização de mensagens repetidas. Para Lúcia Vânia, a Ouvidoria ganhou mais eficiência e credibilidade e o cidadãos, respostas mais rápidas.

Leia também:  Delação de Silval coloca Polícia Federal na casa de delatados

— Tenho orgulho de estar à frente da Ouvidoria por mais um biênio e a certeza de que há muito ainda por fazer para melhor atender o cidadão, e o faremos — disse a senadora.

Além de ter colaborado com o DataSenado na realização de pesquisas de opinião, a Ouvidoria, de janeiro a dezembro, por meio de seus vários serviços, recebeu e respondeu mais 60 mil manifestações advindas de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal.

O princípio geral é de que toda manifestação recebe uma resposta, valorizando a participação popular. As respostas, de modo geral, são dadas pelos “órgãos solucionadores”, aos quais o assunto diz respeito.

— Ouvidoria não pode se transformar em estrutura formal, burocrática, sem vida. Ela só tem sentido se o cidadão for respeitado e perceber que é ouvido efetivamente. Esse é o lema do nosso trabalho — salienta a senadora Lúcia Vânia.

Leia também:  Com saúde debilitada Michel Temer fará procedimento de cateterismo nos próximos dias
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.