Caroços de pequi e conserva do fruto - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Caroços de pequi e conserva do fruto – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Fruto nativo do cerrado, o pequi nesta época do ano, está presente em diversos pratos da culinária regional. O fruto, em geral, é consumido cozido ‘puro’ ou juntamente com arroz e frango. Ele também pode ser aproveitado em conserva, licores, na indústria doméstica, ou como ingrediente de doces e salgados. O sabor e o aroma são bastante peculiares.

Com tantas qualidades, o pequi também apresenta vários benefícios à saúde. De acordo com a nutricionista Talitta Reis, ele é rico em vitaminas A C e E, betacaroteno e minerais como potássio e cálcio. “O pequi chega a possuir 20 vezes mais vitamina A que a cenoura. Por esse motivo, é excelente protetor da visão, aumenta imunidade e ajuda no bronzeado,” informou a especialista.

talitta
A nutricionista Talitta Reis – Foto: Agora MT

Além disto, o pequi também é um importante aliado no combate ao envelhecimento e na prevenção de doenças como câncer.

Leia também:  'Gemidão' do WhatsApp interrompe sessão da Câmara em Votorantim

“Seu óleo, reduz a formação de placas de gorduras nos vasos sanguíneos, reduzindo o risco cardíaco. Estudos mostram que seu consumo, reduz radicais livres que aceleram o envelhecimento e colaboram para o aparecimento de doenças inflamatórias, cardiovasculares e câncer. Além disso, a planta possui ação antifúngica e bactericida, seu uso como fármaco começa a ser estudado,” informou a nutricionista.

Dentre os frutos do cerrado, o pequi é a iguaria mais comercializada e consumida. O vendedor Hélio Lopes Paixão, 51 anos, conta que comercializa o produto há nove anos, sendo que há três tornou-se o dono do próprio negócio. “Eu tenho muitos pontos em Rondonópolis, em média eu vendo mais de 150 dúzias ao dia. É a época do ano que rende mais para mim. Nas outras épocas, vendo outros produtos, mas consigo vender mudas e conservas do pequi, ” contou Hélio.

Leia também:  Em um ano, excesso de peso matou cerca de 4 milhões de pessoas no mundo
O vendedor de pequi, Hélio Paixão - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
O vendedor de pequi, Hélio Paixão – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Em um dos locais de venda de seu Hélio, localizado na avenida Bandeirantes, no centro da cidade, o cliente pode escolher os caroços de pequi para o consumo. Quinze pequis são vendidos a R$ 10.

 A empresária Lucimara Zamprone conta que é fã do pequi e compra o produto toda semana. “Eu sempre gostei muito, toda minha família. Além de comprar durante a temporada, eu ainda separo algumas dúzias para congelar e poder consumir quando não tem mais a venda, ” disse a cliente.

A empresária Lucimara Zamprone, 57 anos - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
A empresária Lucimara Zamprone, 57 anos – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Ela também afirma que conhece os benefícios do pequi. “É muito bom poder consumir o pequi, que é algo muito saboroso, e ao mesmo tempo, saber que é ótimo para saúde, ” concluiu a empresária.

Leia também:  Os sinais ignorados do infarto

Segundo a nutricionista, Talitta Reis, como tradicionalmente, o pequi é consumido cozido com frango, arroz, ou legumes. A preparação do alimento continua sendo saudável. Contudo é necessário não exagerar na hora da refeição.

“O fato do fruto possuir muita gordura, ao mesmo tempo que possui benefícios, também aumenta em muito as calorias, devendo dessa forma evitar o consumo de muitas unidades em uma mesma refeição, o ideal seria consumir até 6 unidades,” explicou a especialista.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.