Carga de semente de pastagem é apreendida em residencia na Vila Mineira.Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Carga de sementes apreendida em residencia na Vila Mineira – Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

Investigadores da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (DERF) recuperou no início da noite desta sexta-feira (4) uma carga de sementes avaliada em cerca de R$ 36 mil na Vila Mineira, em Rondonópolis. O pagamento da compra do material havia sido feito mediante a cheques clonado e sem fundo. A ação faz parte de uma investigação para desmantelar uma quadrilha que vinha aplicando golpes na cidade. Até o momento, o suspeito Paulo César Varones Martins foi preso.

De acordo com o investigador da DERF, no começo da semana o gerente de uma loja de sementes denunciou que um indivíduo estaria aplicando o golpe com cheques falsificados.

Acusados de roubo e estelionato.Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Acusados de receptação e estelionato, Paulo César e Sinval Nonato.Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

Diante da informação, a Polícia passou a investigar o caso e identificaram que o cheque sem fundo pertencia a um individuo por nome de ‘Wellignton’, ao qual estava preso em Primavera do Leste, após ter sido flagrado com uma caminhonete de Rondonópolis, veículo que era produto de roubo.

Leia também:  Peixoto de Azevedo | Pai e filho são detidos com armas e munições em residência

Ainda conforme as investigações foi descoberto que era o suspeito Paulo César que havia se apresentado como sendo Wellington e realizado a compra com os cheques.

Diante da situação, a Polícia alertou aos comerciantes do ramo para que ficassem atentos a ação do suspeito. Sendo que hoje, o acusado com as características apresentadas pela Polícia tentou realizar uma compra em um estabelecimento, porém se identificando com outro nome.

A Polícia foi até o local, onde verificou em posse do suspeito um cheque com valor de R$ 5,8 mil, sendo este clonado e outro em branco.

Segundo o investigador, o suspeito revelou que foi contratado por um homem identificado nome ‘Sinval’ e informou o endereço da residência do suposto mandante da quadrilha. Porém, na casa não foi encontrado o acusado, sendo que ainda foi encontrada outra identificação usada pelo suposto mandante por nome de ‘Marcos’.

Leia também:  Dupla aborda vítima e rouba moto no Jardim Eldorado

A Polícia acredita que ainda tenha outras pessoas envolvidas na ação e que usam identificação e cheques falsos.

De acordo com o investigação, o suspeito Wellington preso em Primavera do Leste, também pode ser um dos integrantes da quadrilha, pois já foi preso acusado de aplicar golpes com habilitação falsa.

A Polícia alerta para que os comerciantes fiquem deve ficar bem atentos principalmente em vendas mediante a cheques.

O suspeito Paulo César revelou a nossa equipe de reportagem que era apenas ‘laranja’ na ação e ganharia R$ 1 mil para realizar o trabalho. Ele foi conduzido a Delegacia de Polícia para as devidas providências.

Atualização – Após a prisão de Paulo César, o suspeito Sinval Nonato Francisco se entregou, o mesmo segundo investigador usava a também a identificação de ‘Marcos Cândido Morais’.

Leia também:  Dor de amor | Dois homens sofrem tentativa de homicídio no centro de Rondonópolis
PJC prende sementes de pastagem na Vila Mineira.Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
DERF prende sementes de pastagem na Vila Mineira.Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.