Em uma assembleia extraordinária do Sindicato da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Mato Grosso, foi decidido ontem (22) que a categoria está em estado de greve em buscas de valorização dos trabalhadores.

A PRF estava em estado de alerta e ontem em assembleia decidiram entrar em estado de greve, podendo paralisar a qualquer momento. Porém, de acordo com o Sindicato essa decisão só pode ser tomada em assembleia geral.

Na próxima terça-feira (29) irá ser retornado em pauta pelo Sindicato a greve e irão decidir as próximas ações a serem tomadas pela categoria.

O Presidente do Sindicato da PRF de Mato Grosso relatou que a PRF está sendo desvalorizada. “ Queremos mais efetivos, mais estrutura aos postos da PRF, regulamentação da jornada de trabalho e valorização salarial”, disse o presidente.

Leia também:  Acidente entre motocicleta e táxi deixa casal ferido

O agente da PRF de Rondonópolis (MT), Luiz Carlos informou a imprensa que irão continuar com as atividades normalmente, “na delegacia de Rondonópolis a opinião foi unânime, continuaremos trabalhando conforme nossa programação feita no início do mês, com o objetivo primordial de manter a segurança da população”, disse Luiz.

O movimento é nacional e a maioria das reivindicações é a reestruturação da carreira, adicional noturno, adicionais de periculosidade e insalubridade, direto à aposentadoria especial, entre outras.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.