Reprodução/Record Bahia
Reprodução/Record Bahia

Dois primos foram presos após tentar roubar o dinheiro da venda de um terreno na Ilha de Vera Cruz, em Itaparica (BA). Cristian dos Santos Ramos, conhecido como Cris, de 24 anos, e Maximilian dos Santos, conhecido como Max, de 23, foram informados que uma família na localidade de Pedrão tinha vendido um terreno por R$ 2 mil.

Armados, os primos foram até a casa das vítimas e um dos criminosos anunciou que queria o dinheiro da venda do terreno. Mas, segundo a Polícia Civil, houve uma confusão dentro da casa e populares tentaram linchar os assaltantes, que foram socorridos por uma guarnição da 5ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), de Vera Cruz.

Leia também:  PMs são presos acusados de agredir e assaltar soldado do exército

A dupla foi conduzida para a 24ª DT (Delegacia Territorial), de Vera Cruz. Na unidade, Cristian afirmou que tinha desistido do assalto porque tinha muitas crianças na casa.

— Falaram que só tinhas duas pessoas, senão não tinha nem ido. Eu tenho dos filhos para criar.

Mas, o acusado alegou que se as crianças não estivessem no local cometeria o assalto.

— Eu ia fazer o que eu fui fazer.

Já o comparsa do criminoso alegou que estava bebendo e caiu em uma “laranjada”.

Durante o depoimento, a dupla revelou o nome do informante que, segundo a polícia, seria o mentor intelectual do crime. A polícia já identificou o suspeito de ter passado a informação sobre a venda do terreno. Ele está sendo procurado pela polícia.

Leia também:  Mais de mil cabeças de gado morrem por suspeita de intoxicação em MS

Os primos vão responder por roubo, com qualificativa porque estavam armados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.