Suspeitos de assaltos presos pela Polícia Militar - Foto : Messias Filho / AGORA MT
Suspeitos de assaltos presos pela Polícia Militar – Foto : Messias Filho / AGORA MT

Uma quadrilha acusada pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e roubo foi presa pela Polícia Militar (PM), nesta quinta-feira (03), no bairro Jardim das Paineiras, em Rondonópolis (MT). Francisco Regilberto da Silva, 29 anos, Agela Bento Venâncio, 20 anos, Douglas Leite de Souza, 26 anos, Jocielma dos Santos Nepomuceno, 28 anos e José Edilberto da Silva, 22 anos foram detidos em uma residência particular.

Durante patrulhamento a polícia recebeu a informação de que dois indivíduos em uma motocicleta Biz, cor prata, haviam acabado de praticar alguns roubos à pessoas nas imediações do bairro Morumbi. A guarnição visualizou os suspeitos transitando em alta velocidade nas proximidades, quando eles entraram rapidamente em uma residência.

Leia também:  Ex-PM envolvido em assaltos é preso ao tentar atirar contra policiais na Capital
Suspeitas presas pela Polícia Militar Foto : Messias Filho / AGORA MT
Suspeitas presas pela Polícia Militar Foto : Messias Filho / AGORA MT

A PM realizou a abordagem no local, onde estavam os dois autores dos roubos juntamente com mais três pessoas. Durante busca no interior da casa, a polícia encontrou a motocicleta usada no crime com o motor quente, capacetes, vários celulares roubados e uma arma de fogo calibre 38.

A suspeita Jocielma relatou que havia emprestado sua motocicleta para José e Douglas. O suspeito Douglas assumiu que estava juntamente com o José quando realizaram os roubos.

Arma de fogo apreendida e celiulares recuperados pela Polícia Militar - Foto : Messias Filho / AGORA MTArma de fogo apreendida e celiulares recuperados pela Polícia Militar - Foto : Messias Filho / AGORA MT
Arma de fogo apreendida e celulares recuperados pela Polícia Militar – Foto : Messias Filho / AGORA MT

As vítimas reconheceram os suspeitos, a motocicleta e a arma utilizada no crime.

Diante das evidências, todos foram conduzidos para a 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP), para as providências cabíveis.  As informações constam em registro no Boletim de Ocorrência (BO).

Leia também:  Com queda de 16,2%, Cuiabá fica entre as 12 capitais com redução de homicídios no país
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.